O rebentamento de uma conduta de água na avenida Dr. Domingos de Sá, junto à igreja de Rio Tinto, em Gondomar, provocou esta manhã danos materiais em oito viaturas, disse à Lusa fonte da Proteção Civil municipal.

Segundo fonte dos Bombeiros Voluntários da Areosa, que se encontram no local, o rebentamento da conduta aconteceu pelas 10:15 e obrigou ao corte de trânsito naquela avenida principal de Rio Tinto.

A zona encontra-se alagada e ainda interdita ao trânsito.

No local estão também elementos da PSP e os presidentes da câmara municipal e da junta de freguesia.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Câmara de Gondomar, Marco Martins, afirmou que há várias garagens submersas, incluindo a garagem e cave do Centro Social e Paroquial de Rio Tinto, tendo o incidente provocado também «muitos danos na via pública», desde o levantamento do alcatrão e do paralelo da via a árvores tombadas.
 

«A Proteção Civil vai agora proceder à avaliação das infraestruturas do subsolo para ver se estão afetadas e, assim que possível, se proceder à reparação da conduta».


Segundo Marco Martins, a zona ficou alagada, tendo em conta que durante 45 minutos foram debitados para a via «cerca de 50 milhões de litros de água».

O autarca explicou tratar-se de uma conduta que transporta cerca de 300 litros por segundo de água em alta, não afetando, por isso, o abastecimento na zona.