O Tribunal de Almada condenou a 16 anos de prisão um homem que esfaqueou mortalmente o porteiro de uma discoteca na Amora, concelho do Seixal, em abril do ano passado, indica esta sexta-feira a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

O arguido, de 32 anos, matou o vigilante, de 39, na madrugada de 25 de abril.

Numa nota publicada na página da internet, a PGDL refere que o arguido, que se encontrava sob o efeito de álcool e drogas, atingiu o porteiro com uma arma branca na zona torácica, provocando-lhe a morte, depois de ver vedada a reentrada na discoteca.

Os 16 anos de prisão aplicados pela Instância Central Criminal de Almada foram a pena pedida, em julgamento, pelo Ministério Público.