Seis por cento dos portugueses sofrem de oniomania, ou seja, são obcecados por compras.
 
Trata-se de uma perturbação psiquiátrica crónica e que normalmente acompanha outras doenças, como a depressão, a bipolaridade e também a anorexia e a bulimia.
 
A maioria dos doentes, mais concretamente 92 por cento, são mulheres.
 
Têm um interesse particular por moda, novos estilos e produtos de vestuário. Roupa, sapatos, joias, maquilhagem são os produtos de eleição de quem sofre desta patologia.

A oniomania trata-se com acompanhamento psiquiátrico, que engloba o recurso a antidepressivos e antagonistas dos opiáceos. Numa época de grande consumo como o Natal, é preciso controlar as compras por impulso. Ana Peixinho, Coordenadora da Unidade de Psiquiatria do Hospital Lusíadas, explicou na TVI como se pode ajudar estes doentes.