Maria Barroso, a antiga primeira-dama, continua “estável”, mas sem alterações no quadro clínico esta segunda-feira.

“O estado de saúde de Maria de Jesus Barroso Soares não registou alterações significativas em relação ao seu quadro clínico de ontem [domingo].

Os sinais vitais mantêm-se estáveis, continuando em coma profundo e irreversível e numa situação muito crítica”, disse José Barata, porta-voz do Hospital da Cruz Vermelha, numa atualização do boletim clínico da antiga primeira-dama, esta segunda-feira de manhã.


No boletim feito pelo hospital na manhã de domingo, anunciava que o estado de saúde de Maria Barroso, se tinha "agravado bastante nas últimas horas".

A mulher de Mário Soares foi internada na quinta-feira à noite depois de uma queda em casa. Foi ao hospital por precaução e ficou em observação, nada fazendo crer, após o primeiro TAC, que a situação se tornaria irreversível, segundo disse o sobrinho e médico Eduardo Barroso.

Mário Soares chegou ao hospital por volta das 09:30 desta segunda-feira e uma hora depois, Jorge Sampaio. Os dois antigos presidentes saíram pela porta das urgências por volta das 11:00, sem prestarem declarações.

António Costa, secretário-geral do PS, visitou a fundadora do Partido Socialista no domingo.

Nova atualização do estado de saúde de Maria Barroso está prevista para as 19:00 desta segunda-feira.

Maria Barroso tem 90 anos.