Mais de 1.200 professores foram colocados através da primeira reserva de recrutamento do ano letivo de 2015-2016, segundo o Ministério da Educação.

Dos 1.809 horários disponibilizados na Reserva de Recrutamento (RR1), 1.225 foram preenchidos e 584 não tiveram docentes colocados. “Serão agora disponibilizados para Bolsa de Contratação de Escola (BCE), no caso das escolas com contrato de autonomia e TEIP [Territórios Educativos de Intervenção Prioritária], e para Contratação de Escola”, no caso das restantes escolas.

“Os horários foram ocupados, prioritariamente, com recurso a docentes dos quadros que se encontravam sem componente letiva ou, na sua falta, por um candidato à contratação, respeitando-se as preferências manifestadas quanto aos estabelecimentos de ensino onde pretendem lecionar e dimensão do horário. Os docentes colocados através da RR1 devem aceder à aplicação eletrónica e proceder à aceitação da colocação no prazo de 48 horas”



Na primeira Reserva de Recrutamento do ano foram levados a concurso horários anuais, solicitados pelas escolas até 8 de setembro, e resultam de horários não ocupados em concursos anteriores, assim como da necessidade de substituir docentes com baixa médica ou aos quais foi aprovada mobilidade.

A segunda Reserva de Recrutamento (RR2) vai ter disponíveis horários anuais e horários temporários que, segundo uma nota informativa da Direção-Geral da Administração Escolar, devem ser pedidos pelas escolas e agrupamentos até às 18:00 de dia 14 de setembro.

As listas da RR2 são publicadas a 16 de setembro.