O Portugal dos Pequenitos, em Coimbra, festeja o 75º ano e a Fundação Bissaya Barreto (FBB), que gere o espaço, promete avançar com «novos monumentos representativos do Portugal Contemporâneo».

O parque não sofre intervenções há 50 anos, mas a presidente da FBB, Patrícia Viegas Nascimento, garantiu à agência Lusa, que não quer «deixar o parque parado no tempo».

Os novos monumentos, que apesar de respeitarem a filosofia do parque vão ter «introdução de alguma tecnologia» e audioguias, irão representar «mais de um terço do que já está edificado» e devem ser introduzidos «ao longo de quatro ou cinco anos». A lista ainda não está completa, mas sabe-se que os monumentos a introduzir irão ser «cópias fiéis e réplicas» de edifícios portugueses pós-década de 1960.

A loja, as instalações sanitárias e o espaço dedicado ao serviço pedagógico irão também, segundo a presidente da FBB, ser alvo de intervenção, assim como as infra-estruturas de apoio ao parque, prevendo-se a criação de «um café, esplanadas, zonas de sombra», entre outras.

O número de visitantes sofreu um decréscimo de 19% do ano de 2005 para 2009. Contudo, o ano de 2014 foi já «um ano de recuperação» com um aumento de 8% face a 2013.