O movimento "Não Lixes", que luta por festas académicas mais ecológicas em Coimbra, estima que mais de 1.000 carrinhos de compras tenham sido furtados para serem usados no cortejo da Festa das Latas de Coimbra, que decorre no domingo.

O movimento ecológico recolheu informação junto de quatro hipermercados da cidade de Coimbra e "todos os dados apontam para um furto em igual número ou superior" ao de 2015, disse à agência Lusa o dinamizador do grupo, Fernando Jorge Paiva, sublinhando que um dos estabelecimentos registou furtos de carrinhos na "ordem dos 90%"'.

Se em 2015 foram recolhidos 1.064 carrinhos de compras no final do cortejo, "tudo leva a crer que este ano vão ser mais de mil", notou.

Apesar de haver um ponto de recolha dos carrinhos promovido pelo movimento, "alguns estudantes fogem do circuito normal e acabam por atirá-los ao rio Mondego", constatou.

Além do impacto ambiental, Fernando Jorge Paiva sublinha que cada carrinho de compras "custa em média 100 euros", podendo os estabelecimentos comerciais registar um prejuízo de cerca de 100 mil euros com o furto dos carros, que é prática habitual dos estudantes, nas semanas que antecedem o cortejo.

Os carros chegam ao final do cortejo num estado miserável e os supermercados acabam por não os recolher, porque não é possível recuperá-los", salientou.

Ao longo dos últimos anos, o movimento tem recolhido carros do fundo do Mondego e nas suas margens, organizando também um ponto de recolha na Festa das Latas, que evita que os carrinhos de compras "parem no rio de forma maciça".

Para Fernando Jorge Paiva, a possibilidade de haver um número igual ou superior de carros furtados relativamente a anos anteriores demonstra que se está a fazer "pouco" para acabar com esta prática dos estudantes.

A Associação Académica de Coimbra preocupa-se com questões ambientais, mas tem de fazer uma campanha mais assertiva para apelar ao não furto dos carros de compras", realçou.

A agência Lusa tentou, sem sucesso, obter informações junto da Associação Académica e de vários estabelecimentos comerciais de Coimbra sobre o furto de carrinhos de compras.

A PSP informou que não tem recebido qualquer denúncia ou queixa relativa a furtos de carrinhos de compras.