Um casal foi detido em Coimbra na posse de mais de 1.200 doses de estupefacientes, no âmbito de uma investigação de combate ao tráfico de droga, sobretudo transacionada em "raves" e festas "trance", anunciou esta quinta-feira a Polícia Judiciária (PJ).

Num comunicado, a Diretoria do Centro da PJ informa que deteve um homem e uma mulher pela presumível prática do crime de tráfico de estupefacientes, tendo as detenções sido «materializadas no âmbito de uma investigação que visa combater o tráfico de estupefacientes na zona centro do país, sobretudo de drogas sintéticas transacionadas em "raves" e festas "trance"».

Na posse do casal foram apreendidas 620 doses de haxixe, 80 de liamba, 130 de cocaína e 450 doses de MDMA (metilenodioximetanfetamina, vulgarmente conhecida por ecstasy), adianta a PJ.

Aos arguidos, de 27 e 30 anos, a PJ confiscou ainda 12 micro selos de LSD, uma balança de precisão, um computador portátil e 2.340 euros em numerário.

À Lusa, fonte da PJ explicou que os arguidos, que aguardam o desenrolar do inquérito em liberdade, condicionada a apresentações bissemanais às autoridades, residem em Coimbra e não têm antecedentes criminais.

«Ele é "disc-jockey" e ela é empregada de balcão», referiu a mesma fonte, acrescentando que a investigação, iniciada no segundo semestre de 2014, permitiu apurar que os suspeitos eram «fornecedores de pessoas que frequentavam este tipo de festas e teriam, eventualmente, um conjunto de outros clientes também ligados a este tipo de eventos».