A Polícia Judiciária deteve três homens e uma mulher por burla informática. O esquema desenvolvido pelos detidos consistia na utilização de cartões bancários de terceiros, clonados junto de caixas multibanco.

Com isso, conseguiram apropriar-se de forma fraudulenta de mais de uma dezena de milhares de euros.

Os detidos têm idades entre os 24 e os 36 anos e diferentes nacionalidades.

No decurso desta operação, na zona da Grande Lisboa, foram efetuadas quatro buscas domiciliárias e apreendido dinheiro e diverso material relacionado com a prática dos crimes.

Levados ao juiz de instrução criminal, um deles ficou em prisão preventiva e os demais a apresentações periódicas às autoridades policiais.

O caso esteve a cargo da Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC) da PJ.