O mau tempo provocou a destruição de parte de estruturas de telhados em habitações e numa fábrica na zona industrial de Montalvo, Constância, sem causar feridos ou desalojados, informou fonte dos bombeiros.

O comandante dos Bombeiros Voluntários de Constância, Adelino Gomes, classificou a ocorrência como um «minitornado», afirmando que o mesmo foi visionado pelas câmaras de vigilância de uma fábrica que acabaria por sofrer os maiores prejuízos.

«Foi um vendaval muito intenso, acompanhado de chuva muito forte, começou cerca das 16:00 e durou dois a três minutos, havendo a registar quedas de chaminés e telhados arrancados pela força do vento em prédios de habitação», disse Adelino Gomes.

«O minitornado seguiu em direção à zona industrial e foi uma das empresa ali instaladas que sofreu os maiores prejuízos, tanto na estrutura do teto em chapa, que desabou em parte, como num camião que ali tinha estacionado, que recebeu o impacto dos escombros», relatou.

Adelino Gomes disse, ainda, que o fenómeno já se havia verificado ao final da manhã, e que a réplica da tarde foi mais curta e mais intensa.

«Desobstruímos estradas e caminhos interrompidos por via das telhas e das placas, que voaram literalmente, sendo que uma das chapas de um dos telhados foi parar à A23, tendo voado cerca de 300 metros», afirmou.

Segundo o comandante dos bombeiros de Constância, as estradas ficaram desimpedidas cerca das 17:30 e não houve registo de feridos ou necessidade de realojamento de populares.