O dia de hoje vai ser marcado pela nebulosidade e chuva nas regiões do norte e centro, prevendo-se uma subida da temperatura máxima da ordem dos 10 graus a partir de sábado, disse a meteorologista Ângela Lourenço.

“Hoje, ainda vamos ter muitas nuvens e alguma precipitação, principalmente em algumas regiões do norte e centro e descida da temperatura máxima. As temperaturas vão começar a subir realmente é no sábado”, disse à agência Lusa a meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).


De acordo com Ângela Lourenço, no sábado prevê-se uma subida ligeira das temperaturas, embora nalguns pontos do país já seja da ordem dos quatro ou cinco graus Celsius em relação ao dia de hoje.

“A subida mais significativa será no domingo e novamente na segunda-feira, dia em que estamos a prever valores na ordem dos 30 a 35 graus essencialmente nas regiões do Vale do Tejo, Alentejo e Algarve e também em alguns pontos do litoral norte e centro. Nas regiões mais junto ao mar serão ligeiramente inferiores”, explicou.


No que diz respeito às temperaturas mínimas, Ângela Lourenço indicou que também vão subir a partir de sábado, podendo atingir valores entre os 15 e os 19 graus em todo o território do continente.

“Na segunda-feira, o dia mais quente, estão previstos 35 graus Celsius zona do Vale do Tejo desde a península de Setúbal, perto de Lisboa, a zona de Santarém e Tomar, região centro do Ribatejo e Alentejo”, disse.


De acordo com a meteorologista do IPMA, esta subida da temperatura deve-se essencialmente a uma massa de ar quente e seco transportada da região do norte de África associada a uma situação de forte estabilidade atmosférica, que favorece o aquecimento.