O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê, para esta quinta-feira nas regiões do norte e centro, céu geralmente muito nublado, com períodos de chuva ou aguaceiros, em especial no litoral, diminuindo de intensidade e frequência a partir do meio da tarde.

O vento será fraco (inferior a 15 km/h), soprando moderado (15 a 35 km/h) do quadrante sul no litoral a norte do Cabo Raso e nas terras altas até meio da tarde.

Para a região sul, o IPMA prevê céu geralmente muito nublado, com possibilidade de ocorrência de períodos de chuva fraca no Alto Alentejo.

Quanto às temperaturas, em Lisboa e Porto estas vão oscilar entre 16 e 19 graus Celsius, em Braga entre 15 e 19, em Viana do Castelo entre 15 e 18, em Vila Real entre 11 e 17, em Bragança entre 11 e 15, em Viseu entre 11 e 16, em Coimbra entre 15 e 19, em Leiria entre 15 e 21, na Guarda entre 9 e 13, em Castelo Branco entre 14 e 18, em Santarém entre 13 e 19, em Évora e Beja entre 13 e 21, em Faro entre 16 e 21, no Funchal entre 20 e 24, em Angra do Heroísmo entre os 15 e 20 e Santa Cruz entre 12 e 19.
 

Santa Maria e São Miguel sob 'Aviso Amarelo' devido à chuva


As ilhas açorianas de Santa Maria e de São Miguel estão sob ‘Aviso Amarelo’, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, devido à previsão de chuva.

De acordo com o IPMA, as ilhas do grupo oriental estão sob 'Aviso Amarelo', por causa da precipitação, a partir das 09:00 e até às 18:00 de hoje.

O 'Aviso Amarelo', o terceiro mais grave numa escala de quatro, aponta o risco para determinadas atividades dependentes do estado do tempo.

O IPMA prevê para hoje para as ilhas do grupo ocidental Flores e Corvo períodos de céu muito nublado, com boas abertas, e aguaceiros mais frequentes na madrugada e para a noite, sendo o vento de sudoeste muito fresco a forte (40/65 km/h), com rajadas até 85 km/h na madrugada, rodando para oeste e tornando-se moderado a fresco (20/40 km/h).

Para o grupo central, que inclui as ilhas da Terceira, Graciosa, Pico, São Jorge e Faial, o IPMA prevê igualmente céu muito nublado, com boas abertas ao longo da manhã, com períodos de chuva, passando a aguaceiros fracos.

Já o vento soprará de sul moderado a fresco (20/40 km/h), temporariamentemuito fresco (40/50 km/h), com rajadas até 70 km/h durante a manhã.

Também para o grupo oriental, o IPMA prevê céu muito nublado, com abertas para o fim do dia, além de períodos de chuva mais intensos durante a manhã e início da tarde e em Santa Maria.

O vento será de sudoeste, moderado a fresco (20/40 km/h), soprando fresco a muito fresco (30/50 km/h) com rajadas até 70 km/h em Santa Maria, tornando-se bonançoso (10/20 km/h) para a noite.

Em Ponta Delgada as temperaturas vão oscilar entre 16 e 21 graus Celsius, em Angra do Heroísmo entre os 15 e os 20, na Horta entre 13 e 20 e em Santa Cruz das Flores entre 12 e 19.
 

Chuva vai dar tréguas no fim de semana


A chuva vai dar tréguas no próximo fim de semana e, "ao que tudo indica", no início da próxima semana, caso as previsões se mantenham, explicou a meteorologista Madalena Rodrigues, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

De acordo com a meteorologista, vai registar-se uma “melhoria significativa” do estado do tempo no sábado, apenas com um aumento de nebulosidade no domingo, no norte e centro, “prevendo-se precipitação fraca no Minho, já no final do dia”.

“Para o dia de hoje prevê-se céu geralmente muito nublado nas regiões do norte e centro e no sul, mas apenas com precipitação no norte e cento no litoral, diminuindo de frequência a meio da tarde. No sul poderá haver períodos de chuva fraca no Alentejo”.


De acordo com a meteorologista, para sexta-feira está prevista ainda “alguma nebulosidade até meio da manhã e períodos de chuva fraca no norte e centro, e em especial no Minho e Douro litoral no meio da tarde”.

Para o início da próxima semana, e a manterem-se os dados hoje disponíveis, Madalena Rodrigues avança que “não haverá precipitação”.

“Durante a noite de sábado para domingo passa uma superfície frontal que vai dar a precipitação fraca no Minho [no domingo]. Se se mantiverem os dados de que dispomos hoje, não haverá precipitação no início da próxima semana”.