O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para as regiões do norte e centro céu geralmente muito nublado, com períodos de chuva, que pode ser por vezes forte no litoral a norte do cabo Mondego até ao final da manhã.

O vento será fraco a moderado (10 a 25 km/h) do quadrante sul, soprando moderado a forte (25 a 40 km/h), com rajadas até 65 km/h, no litoral até meio da manhã, em especial no litoral norte.

Para a região sul, o IPMA prevê igualmente céu geralmente muito nublado, com abertas a partir da tarde e períodos de chuva, em geral fraca, em especial até ao meio da tarde.

O vento será igualmente fraco a moderado (10 a 30 km/h) do quadrante sul, sendo moderado a forte (30 a 40 km/h) nas terras altas até meio da tarde.

Quanto às temperaturas, em Lisboa estas vão oscilar entre 17 e 20 graus Celsius, no Porto entre 16 e 18, em Braga entre 15 e 19, em Viana do Castelo entre 15 e 18, em Vila Real entre 12 e 15, em Bragança entre 11 e 13, em Viseu entre 12 e 14, em Coimbra entre 15 e 17, em Leiria entre 16 e 20, na Guarda entre 10 e 12, em Castelo Branco entre 13 e 16, em Santarém entre 15 e 19, em Évora e Beja entre 14 e 19, em Faro entre 17 e 20, no Funchal entre 20 e 24, em Angra do Heroísmo entre os 17 e 20 e Santa Cruz entre 16 e 19.
 

Nove ilhas dos Açores sob 'Aviso Amarelo' devido à chuva


As nove ilhas que compõem o arquipélago dos Açores estão hoje sob ‘Aviso Amarelo’, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, devido à previsão de chuva.

De acordo com o IPMA, as ilhas de Santa Maria e São Miguel (grupo Oriental) estão sob 'Aviso Amarelo', por causa da precipitação, desde as 22:00 de terça-feira e até às 09:00 de hoje.

Para o grupo Central, que inclui as ilhas da Terceira, Graciosa, Pico, São Jorge e Faial, o 'Aviso Amarelo' da meteorologia vai vigorar até às 18:00 de hoje.

O IPMA colocou também sob 'Aviso Amarelo' o grupo oriental, que inclui as ilhas de São Miguel e Santa Maria, devido à previsão de chuva entre as 12:00 e as 00:00 de quinta-feira.

O 'Aviso Amarelo', o terceiro mais grave numa escala de quatro, aponta o risco para determinadas atividades dependentes do estado do tempo.

O IPMA prevê para hoje e para o grupo ocidental dos Açores, céu muito nublado, com abertas a partir da tarde, com períodos de chuva ou aguaceiros, mais intensos na madrugada e manhã.

O vento será de oeste, moderado (20/30 km/h), rodando para sudoeste, tornando-se fresco (30/40 km/h), com rajadas até 50 km/h.

Já para o grupo central, o IPMA prevê, igualmente, céu geralmente muito nublado, também com períodos de chuva ou aguaceiros, mais intensos durante a tarde.

O vento soprará de sudoeste, moderado a fresco (20/40 km/h), com rajadas até 65 km/h, soprando temporariamente de oeste durante a tarde e tornando-se bonançoso (10/20 km/h).

Para o grupo oriental, está igualmente previsto céu muito nublado, com abertas a partir da noite e períodos de chuva ou aguaceiros, mais intensos durante a tarde.

O vento será de sudoeste, fresco a muito fresco (30/50 km/h), soprando por vezes forte (50/65 km/h), com rajadas até 70 km/h durante a tarde, tornando-se moderado (20/30 km/h) à noite.

Em Ponta Delgada as temperaturas vão oscilar entre 16 e 21 graus Celsius, em Angra do Heroísmo entre os 17 e os 20, na Horta entre 16 e 20 e em Santa Cruz das Flores entre 16 e 19.
 

Barra marítima de Esposende fechada à navegação


A barra marítima de Esposende encontra-se hoje fechada a toda a navegação e outras três encontram-se condicionadas, de acordo com informação da Autoridade Marítima Nacional.

Segundo dados disponibilizados no ‘site’ da Marinha Portuguesa, com atualização das 19:06 de terça-feira, está fechada a toda a navegação a barra de Esposende, enquanto as barras de Povoa do Varzim, Vila do Conde e São Martinho do Porto estão condicionadas.

A barra de Póvoa do Varzim está condicionada a embarcações com calado superior a dois metros e as embarcações devem navegar apenas duas horas antes e depois da preia-mar.

Já a barra de Vila do Conde está condicionada a embarcações de comprimento até 12 metros e/ou calado inferior a dois metros, que devem praticar a barra apenas no período compreendido entre duas horas antes e até duas horas após a preia-mar.

A barra de São Martinho do Porto encontra-se condicionada devido a assoreamento, devendo ser praticada apenas em preia-mar.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje na costa ocidental ondas de noroeste de 1,5 a 2,5 metros, sendo de sudoeste a norte do cabo Mondego durante a manhã.