A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) alertou hoje para o agravamento do mau tempo a partir do fim do dia, com chuvas e ventos fortes, que podem ser acompanhados de trovoada e queda de granizo.

Em comunicado, a ANPC especifica que o agravamento das condições meteorológicas se verifica a partir do fim do dia de hoje nos distritos do interior norte e centro, e a partir das 02:00 de quarta-feira em todos os distritos do litoral norte e centro, incluindo Setúbal.

A ANPC, citando o Instituto do Mar e da Atmosfera (IPMA), explica que os aguaceiros podem ser pontualmente fortes e localizados e que o vento no litoral e nas terras altas pode ter rajadas até aos 70 quilómetros por hora (no litoral) e 90 quilómetros (nas terras altas), havendo «a possibilidade de ocorrência de fenómenos extremos».

No documento a ANPC alerta para a eventual formação de lençóis de água e para possíveis inundações, e pede à população de zonas mais vulneráveis para que tome medidas, como desobstruir sistemas de escoamento de águas, fixar estruturas soltas e ter uma condução cautelosa, não atravessando zonas inundadas e tendo especial atenção em áreas arborizadas.

O IPMA coloca a maior parte do continente (exceto o Alentejo e algarve) em estado de alerta laranja (situação de risco moderado a elevado) e prevê para hoje períodos de chuva e vento moderado. Para as primeiras horas de quarta-feira a previsão é de chuva e vento moderados, passando a aguaceiros e vento moderado a partir da tarde (com previsão igual para quinta-feira).

Já hoje os ventos e chuvas fortes deixaram algumas casas destelhadas na freguesia de Évora, Alcobaça, assim como provocaram inundações em habitações, quedas de árvores, de cabos elétricos e de telecomunicações, disseram à Lusa fontes da Proteção Civil.