O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) emitiu, esta terça-feira, novos avisos amarelos para o arquipélago dos Açores, para quarta e quinta-feira, devido às previsões de chuva temporariamente forte, vento, trovoada e agitação marítima.

O IPMA prevê para as ilhas do Grupo Central (Terceira, Graciosa, São Jorge, Pico e Faial) precipitação, por vezes forte, e trovoada, até às 06:00 de quarta-feira. Quanto à agitação marítima, o aviso amarelo prolonga-se até às 06:00 de quinta-feira, com ondas de norte/nordeste.

No Grupo Oriental (ilhas de Santa Maria e São Miguel) prevê-se igualmente precipitação, por vezes forte, e trovoada, até às 06:00 de quarta-feira, enquanto o aviso amarelo para a agitação marítima mantém-se até às 06:00 de quinta-feira, com ondas do quadrante norte.

Para o Grupo Ocidental (ilhas do Corvo e Flores), o aviso amarelo do IPMA é só para a agitação marítima, com ondas de nordeste, até às 06:00 de quinta-feira.

Na segunda-feira, o IPMA já tinha colocado, até esta terça-feira, todas as nove ilhas sob aviso amarelo, por causa das previsões de chuva temporariamente forte, vento e trovoada e agitação marítima.

O aviso amarelo é o segundo menos grave de uma escala de quatro e revela situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

14 voos cancelados no Aeroporto da Madeira

O mau tempo que está a afetar a Madeira motivou esta terça-feira o cancelamento de 14 voos no Aeroporto Internacional Cristiano Ronaldo, mas as condições meteorológicas registaram uma melhoria e a operação tende a normalizar-se, disse fonte aeroportuária.

Os aviões já estão a conseguir aterrar, ainda que por vezes tenham de fazer um compasso de espera", adiantou a fonte, sublinhando, no entanto, que as previsões apontam para um agravamento do estado do tempo entre as 05:00 e as 12:00 de quarta-feira.

O vento forte na zona do aeroporto (Santa Cruz) chegou a registar uma rajada de 113 quilómetros/hora.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou para vermelho o aviso de vento e chuva para as zonas montanhosas, em vigor até ao final da noite.

A Zona Marítima da Madeira indicou, por seu lado, que o "auge" do mau tempo acontecerá durante o dia e noite de quarta-feira e a madrugada de quinta-feira, continuando o tempo "adverso" até domingo (04 março).

Porto Santo Line, empresa responsável pela ligação marítima entre a Madeira e o Porto Santo, também informou que as viagens do navio 'Lobo Marinho' previstas para quarta-feira foram canceladas.

A Câmara Municipal do Funchal assinalou, por outro lado, duas ocorrências relacionadas com o mau tempo durante a tarde: um deslizamento de terra que implicou uma desobstrução da via em Santo António e uma queda de pedras de pequeno porte na zona da Fundoa (São Roque), que também já foram retiradas.

A autarquia comunicou, por outro lado, o encerramento esta noite de uma rua na zona velha da cidade, de modo a proceder ao abate de duas árvores que representam perigo para a via pública.

Devido à agitação marítima, mantêm-se também encerrados um troço do passeio marítimo da Praia Formosa e outro em frente ao Hotel Porto Santa Maria, na zona leste da baía do Funchal.

A escola da Seara Velha, na freguesia do Curral das Freiras, em Câmara de Lobos, foi hoje encerrada devido ao aumento do caudal de uma ribeira, por "questões de precaução e de segurança", segundo o Governo da Madeira.

O Serviço Regional de Proteção Civil da Madeira sinalizou, por seu lado, apenas "algumas quedas de árvores" sem danos humanos ou materiais, bem como o encerramento e condicionamento de algumas estradas regionais e municipais.

Também os percursos pedestres recomendados estão encerrados desde segunda-feira.