Chuva e vento colocam continente sob aviso amarelo

Há 18 distritos sob aviso até quinta-feira

Por: Redação    |   6 de Março de 2013 às 21:13
O Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou esta quarta-feira sob aviso amarelo os 18 distritos do continente, devido às previsões de precipitação, por vezes forte, hoje à noite e na quinta-feira, e de vento com rajadas até sábado.

Os períodos de chuva por vezes forte poderão ocorrer a partir das 22:00 desta quarta-feira, nos distritos de Faro, Setúbal e Beja, e até às 13:00 de quinta-feira, o que levou o IPMA a acionar o aviso amarelo, o segundo menos grave de uma escala de quatro, que significa «risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica», escreve a Lusa.

Nos distritos de Évora, Lisboa e Portalegre, o IPMA prevê chuva por vezes forte a partir das 05:00 de quinta-feira e até às 13:00.

Nos distritos de Bragança, Viseu, Porto, Guarda, Vila Real, Santarém, Viana do Castelo, Leiria, Castelo Branco, Aveiro, Coimbra e Braga, os períodos de chuva forte deverão ter início às 07:00 e prolongar-se pela tarde, até cerca das 20:00.

Bragança, Viseu, Porto, Guarda, Vila Real, Viana do Castelo, Leiria, Castelo Branco, Aveiro, Coimbra, Portalegre e Braga deverão registar também vento forte, desde as 06:00 de quinta-feira e até às 12:00 de sábado. As rajadas nas terras altas vão ser na ordem dos 110 quilómetros por hora (km/h), diminuindo para 90 km/h a partir de sexta-feira.

Os distritos de Faro, Setúbal, Lisboa e Beja devem registar vento forte com rajadas no litoral, entre as 00:00 e as 18:00 de quinta-feira.

Évora e Santarém são os únicos distritos do continente sem qualquer aviso relacionado com o vento forte.

As barras marítimas de Vila Real de Santo António, Alvor, Tavira, Póvoa de Varzim, Vila Praia de Âncora e Caminha estão encerradas à navegação devido à forte agitação marítima, de acordo com informação disponível na página da Marinha portuguesa na Internet.

A Marinha informa também que há condicionamentos nas barras de Faro (fechada a embarcações de comprimento inferior a 10 metros), Figueira da Foz (fechada a embarcações inferiores a 35 metros), Aveiro (fechada a embarcações de comprimento inferior a 15 metros) e Vila do Conde (condicionada a uma altura de maré superior a dois metros, podendo apenas ser praticada por embarcações com calado inferior a dois metros).

As restantes barras marítimas de Portugal continental e dos arquipélagos da Madeira e dos Açores encontram-se abertas, sem qualquer condicionamento.
PUB
EM BAIXO: Força bruta
Força bruta
COMENTÁRIOS

PUB
Cavaco Silva prefere eleições legislativas em outubro

Presidente da República lembra que legislativas de 2009 foram as únicas que se realizaram em setembro. Sem revelar a data que prefere, acaba por assumir que é outubro. Chefe de Estado não quer partidos a entregar as listas nas férias, nem que se faça campanha "nas praias". Preferência de Cavaco Silva foi revelada numa conversa informal com os jornalistas durante a viagem de avião que o levou domingo até à Noruega. Na mesma conversa, PR admitiu ainda que a lei da cobertura das campanhas eleitorais é a “mais anacrónica que existe”