A Polícia Judiciária de Vila Real anunciou hoje a detenção de um pastor de 39 anos suspeito de ter ateado quatro incêndios florestais no concelho de Chaves.

O detido, informou a PJ em comunicado, está “fortemente indiciado pela prática do crime de incêndio florestal”.

O pastor é suspeito da autoria de quatro fogos que deflagraram entre 28 de julho e 05 de agosto numa freguesia do concelho de Chaves, distrito de Vila Real, e que “consumiram diversas áreas de floresta”, colocando “em perigo grandes manchas florestais, constituídas por mato e diverso tecido arbóreo de valor elevado”.

Segundo a polícia, estas áreas “apenas não foram consumidas devido à rápida deteção e intervenção dos bombeiros”.

O homem, que foi detido por elementos da Unidade Local de Investigação Criminal de Vila Real, vai ser presente a interrogatório judicial para eventual aplicação de medidas de coação.

A agência Lusa tentou obter mais informação junto da PJ de Vila Real, que não se mostrou disponível para prestar declarações.