A CGTP promove esta sexta-feira, em Lisboa, a primeira manifestação nacional do ano e espera trazer para as ruas da capital mais de 100 mil pessoas em defesa de novas políticas económicas e sociais.

Com o lema «Mudar de Rumo, mais emprego, salários e direitos», a manifestação nacional tem como objectivo defender melhores condições de vida e de trabalho para os portugueses.

De Norte a Sul do país

«Não temos dúvidas de que vai ser uma das maiores acções de luta de sempre, com a deslocação a Lisboa de trabalhadores de Norte a Sul do país, do sector privado e público», disse na quarta-feira à agência Lusa Arménio Carlos, da comissão executiva da Intersindical.

Arménio Carlos não quis avançar com previsões concretas, mas admitiu que a central sindical espera que o número de participantes ultrapasse os 100 mil.

À manifestação promovida pela CGTP juntar-se-á uma delegação do PCP, com a participação do secretário-geral do partido, Jerónimo de Sousa.

No ano passado a CGTP promoveu duas manifestações nacionais, uma em Junho e outra em Outubro, e acções de activistas sindicais (também a nível nacional) em Julho, Setembro, Outubro e Novembro.