O corpo de um homem, «já em fase de decomposição», foi retirado este sábado do rio Ceira, na zona da Conraria, perto de Coimbra, pelos Sapadores bombeiros desta cidade, disse fonte da corporação.

O cadáver foi detetado por um habitante da região, quando lavrava um terreno ribeirinho, perto de Conraria, que deu o alerta pelas 13:19 de hoje, adiantou à agência Lusa a mesma fonte.

Um elemento da Polícia Judiciária, que se deslocou ao local, admite que o corpo estivesse no rio há perto de duas semanas.

A possibilidade de se tratar de um homem residente na zona de Penacova, com idade compreendida entre os 40 e os 50 anos, desaparecido há cerca de 15 dias, também «não é de afastar», acrescentou a mesma fonte.

Além de meios dos Bombeiros Sapadores de Coimbra, que transportaram o corpo para o Instituto de Medicina Legal nesta cidade, e da Polícia Judiciária, também foram mobilizados para o local elementos da GNR.