A Assembleia Municipal da Lourinhã aprovou esta sexta-feira a cedência de 36 hectares de terreno para a construção de um parque jurássico, anunciou hoje o vereador do planeamento da autarquia à Lusa.

Com a cedência do terreno, o parque irá ocupar na fase inicial 10 dos 36 hectares de terrenos cedidos e deverá conciliar a vertente científica com a componente lúdica, associada aos achados de dinossauros no concelho da Lourinhã.

Depois da conclusão da infraestrutura, o vereador, Vital Rosa calcula que a empresa «inicie a construção do parque ainda este ano», com abertura ao público «na Pascoa de 2014 ou na de 2015».

Já em relação ao contrato de direito de superfície, a empresa ficará isenta de impostos. Por outro lado, os promotores comprometem-se a pagar à autarquia uma prestação anual, mediante o número de visitantes do parque, entre outros benefícios.

O projeto que viu o orçamento reduzido para 10 milhões com a reprovação submetida ao turismo de Portugal, irá mostrar, através de experiências e atividades,como seria viver no mundo dos dinossauros.