Um homem de 40 anos suspeito de tentativa de homicídio detido pela GNR, em Castro Verde, distrito de Beja, ficou em prisão preventiva, por decisão do tribunal, disse, este sábado, à agência Lusa fonte daquela força de segurança.

O Comando Territorial de Beja da GNR refere em comunicado que a detenção ocorreu na quinta-feira, após denúncia de uma desavença entre familiares, "razão pela qual o suspeito terá disparado quatro vezes, com uma caçadeira, não tendo com isso feito vítimas, provocando apenas danos numa parede da habitação".

Após o crime, o suspeito tentou refugiar-se em casa, local onde os militares o detiveram, na posse da arma do crime", adianta o comunicado.

Segundo a Guarda Nacional Republicana, foi posteriormente efetuada uma busca domiciliária, tendo sido apreendido ao suspeito uma espingarda de caça, duas armas de ar comprimido, uma faca e uma moca.

Fonte da GNR disse hoje à Lusa que o homem foi presente a primeiro interrogatório judicial na sexta-feira e que o Tribunal Judicial de Almodôvar decretou a prisão preventiva, a medida de coação mais grave, ficando a aguardar julgamento no Estabelecimento Prisional de Beja.