Um homem de 35 anos, residente na zona de Castelo Branco, foi detido na quarta-feira pela GNR em Ponte de Sor (Portalegre) por suspeitas de falsificação de documento e furto qualificado, anunciou esta quinta-feira aquela força policial.

De acordo com o Comando Territorial de Portalegre da GNR, o homem foi referenciado no interior das instalações da Unidade de Cuidados Continuados de Ponte de Sor, onde alegadamente furtou uma carteira, com dinheiro, cartões de crédito e de débito e vários documentos pessoais no interior.

Informada da ocorrência, a GNR local interceptou o indivíduo e deteve-o, cerca das 15:00, recuperando os bens furtados, incluindo outros que «haviam sido furtados no Centro Hospitalar do Médio Tejo, em Abrantes, no mesmo dia».

«O detido apresentou ainda um bilhete de identidade que se veio a confirmar ser falso, após verificada a sua verdadeira identidade», acrescentou a GNR.

Além disso, segundo a mesma fonte, o homem está referenciado pela prática de «vários crimes de burla, falsificação de documentos, furto em residência e furto de carteiras», com processos pendentes na Polícia Judiciária de Coimbra, GNR de Castelo Branco e PSP de Elvas e de Abrantes.

A GNR apreendeu ainda ao mesmo indivíduo na quinta-feira cerca de 500 euros em dinheiro, vários cartões de débito e crédito, entre outros documentos pessoais, e duas carteiras.

O homem foi presente ao Tribunal de Ponte de Sor e foi constituído arguido, saindo em liberdade, mediante Termo de Identidade e Residência.