A GNR levantou 18 autos de notícia por contraordenação, desde o dia 15 de abril, por ausência de faixas de gestão de combustível à volta de habitações, disse esta sexta-feira à Lusa fonte da instituição.

«Este tipo de fiscalização inicia-se a partir de 15 de abril e a infração mais frequente é a ausência de faixas de gestão de combustível em redor de habitações ou de aglomerados populacionais», explicou fonte da GNR.

A maioria dos casos foram registados nos concelhos de Castelo Branco, Covilhã e Fundão.

De acordo com a fonte da GNR, a instrução dos processos é da competência das câmaras municipais, sendo que as coimas a aplicar têm um valor mínimo de 140 euros.

Ainda segundo a GNR, a fiscalização vai ser intensificada durante os meses de maio e de junho.