Em poucas horas, surgiu uma nova atualização no número de casos de legionella em Portugal. Agora já são 54 os casos confirmados.

balanço anterior, do início da tarde, já atualizava o número de vítimas de 51 para 53, pelo que de ontem para hoje há três novos casos.

Há também mais uma pessoa nos cuidados intensivos, sete no total. 

Todos os doentes têm historial de doença crónica e/ou fatores de risco, sendo que 31 são do sexo feminino (57%)  e 36 têm idade igual ou superior a 70 anos (67%).

Há 27 pessoas internadas em enfermaria. Do total de doentes, 15 tiveram alta clínica.

A ultima vítima mortal foi conhecida na segunda-feira: trata-se de uma mulher de 76 anos que estava internada no Hospital São Francisco Xavier.  As outras vítimas mortais são um homem de 77 anos, uma mulher de 70 anos, outra de 68 anos e ainda uma mulher de 97 anos.

A empresa de climatização Veolia Portugal assegura que "foram tomadas as medidas adequadas" para interromper "a possível fonte de transmissão" da doença dos legionários no Hospital São Francisco Xavier, em Lisboa. 

Para hoje está marcada uma conferência de imprensa em que deverão ser conhecidos os resultados das análises que indicarão o local onde foi detetada a bactéria no Hospital São Francisco Xavier. Tudo indica que a bactéria veio de uma torre de refrigeração.

O ministro da Saúde pediu anteontem "desculpa" pelo surto e prometeu o apurar "cabalmente todas as responsabilidades".