Uma mulher de 39 anos foi constituída arguida por se dedicar à prática de crimes de furto de carteiras e burla a idosos na área da cidade do Porto, informou hoje a PSP.

Em comunicado de imprensa, a PSP explicou que realizou várias diligências policiais, que incluíram a realização de uma busca domiciliária, das quais resultou a identificação de uma mulher que se “dedicava à prática dos crimes de furto a carteiras e burla a idosos na área do Porto”.

A suspeita, identificada na quinta-feira, já estava referenciada pela PSP pela prática de crimes de furto de carteiras e burlas a idosos, indica a PSP.

Além de subtrair dinheiro às vítimas, a mulher atuava de “forma astuciosa e na posse de cartões de crédito e débito bancário, procedia à compra de bens e ao levantamento de quantias de dinheiro das contas das vítimas”, refere a mesma nota de imprensa.

Durante a busca domiciliária, a PSP apreendeu “cartões de crédito bancário, um computador portátil, várias peças de vestuário, calçado e marroquinaria e a quantia de 2.300 euros em dinheiro.

A PSP anunciou também a detenção um homem de 42 anos e residente em Baguim do Monte na quinta-feira, em Matosinhos (Porto), numa ação de fiscalização no âmbito do combate à prática de jogos ilícitos em estabelecimentos de restauração e bebidas.

O suspeito, que foi notificado para comparecer no Ministério Público, junto do Tribunal de Matosinhos, foi detido no interior de um café, localizado na rua de Monserrate, onde se encontravam duas máquinas de jogo de fortuna ou azar e que também foram apreendidas com a quantia de 21 euros.