Uma colisão envolvendo um autocarro e dois veículos ligeiros, em Carreço, Viana do Castelo provocou esta quinta-feira cinco feridos, um dos com quais gravidade.

O ferido grave é o condutor de um veículo ligeiro de mercadorias e os quatro feridos são dois condutores de outras viaturas envolvidas no acidente e duas mulheres que viajavam no pesado de passageiros, segundo fonte do Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo, que é citada pela Lusa.

A colisão ocorreu às 07:40, no sentido Viana do Castelo/Caminha.

Em declarações à agência Lusa, o comandante do Destacamento de Trânsito da GNR de Viana do Castelo, tenente João Viana, adiantou que na sequência da colisão o autocarro, de uma transportadora de Viana do Castelo, "capotou da EN para uma via de emparcelamento agrícola com um desnível de dois metros de altura".

"O veículo seguia no sentido sul/norte e embateu com o autocarro que seguia no sentido norte/sul, ao quilómetro 66 da Estrada Nacional 13, na freguesia de Carreço, em Viana do Castelo". O mesmo responsável acrescentou que um dos veículos ligeiros envolvidos "ao aperceber-se do acidente tentou desviar-se e acabou por cair numa valeta também com cerca de dois metros de altura".

O tenente João Viana afirmou que as causas do acidente ainda estão por apurar mas a autoridade registou, no local, relatos de populares que presenciaram o acidente e que afirmaram "ter-se tratado de uma ultrapassagem calculada do condutor de um veículo ligeiro que resultou na colisão frontal com o autocarro".

O comandante do Destacamento de Trânsito da GNR de Viana do Castelo afirmou que o ferido grave "é um homem de 42 anos, o condutor do ligeiro que colidiu com o autocarro".

"A vítima teve que ser desencarcerada. Inicialmente foi transportada para o hospital de Viana do Castelo e, posteriormente, transferida para o hospital de São João, no Porto", disse.

Os quatro feridos ligeiros, os condutores das outras viaturas envolvidas no acidente. e duas mulheres que viajavam no pesado de passageiros, foram encaminhados para o hospital de Viana do Castelo.

Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viana do Castelo, para o local foram destacados três ambulâncias e um veículo desencarcerador dos bombeiros municipais de Viana do Castelo, além de elementos da GNR.