Mais de 600 bombeiros estão mobilizados nas operações de combate às chamas dos cinco incêndios que continuam ativos, sendo o da Serra do Caramulo o que envolve mais meios e o que está ativo há mais tempo.

De acordo com a página da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), desde as 7:00 da manhã foram extintos dois incêndios que tinham deflagrado durante a madrugada: um em Várzea da Serra, concelho de Tarouca e distrito de Viseu, e outro em Arruda dos Vinhos, concelho de Vila Franca de Xira e distrito de Lisboa.

O incêndio que deflagrou na quarta-feira na Serra do Caramulo, em Viseu, e que provocou a morte de uma bombeira, estava com duas frentes ativas pelas 08:13, mobilizando 253 homens e 69 veículos.

No distrito de Castelo Branco, o fogo que deflagrou às 04:51 de hoje, na Covilhã, continuava com uma frente ativa pelas 08:27, estando envolvidos nas operações 199 bombeiros e 59 veículos.

Já no distrito de Vila Real, há registo de três fogos em curso: o de Torneiros/Beça, no concelho de Boticas, prosseguia às 8:30 com duas frentes ativas, o de Calvão, no concelho de Chaves, lavrava com três frentes ativas e, no mesmo concelho, seguia ainda um fogo em Santo António de Monforte, com três frentes ativas.

Desde as 00:00 de hoje, foram registados 51 incêndios florestais, estando nove ainda em curso, sendo que a Proteção Civil só disponibiliza detalhes em relação aos que mobilizam mais meios e/ou lavram há mais tempo.

Durante o dia de sexta-feira, a Proteção Civil detetou 244 incêndios florestais, cujas operações envolveram 5.297 bombeiros e 1.423 veículos operacionais.