Notícia atualizada às 14:48

Quase 300 bombeiros combatem quatro incêndios ativos, depois de dois fogos em Chaves e um na Tábua se terem juntado ao incêndio em Cantanhede, segundo a Proteção Civil.

Um incêndio deflagrou cerca das 12:00 numa zona de mato em Curalha, concelho de Chaves, distrito de Vila Real, apresentando duas frentes ativas, segundo a página na Internet da Proteção Civil.

Combatem este fogo, com duas frentes ativas, 50 bombeiros, apoiados por 14 veículos e dois meios aéreos, segundo a mesma fonte.

Outros 32 bombeiros assistidos por sete veículos combatem um outro fogo no concelho de Chaves, que deflagrou numa zona de floresta em Assureiras/Águas Frias às 11:40.

Um terceiro incêndio deflagrou numa zona florestal de Carapinha, no concelho da Tábua, distrito de Coimbra, às 13:41, segundo a Proteção Civil.

Este incêndio, com uma frente ativa, estava a ser combatido por 79 bombeiros, apoiados por 23 veículos e dois meios aéreos.

Por outro lado, o combate ao incêndio florestal que deflagrou hoje de manhã em Cantanhede está a «decorrer favoravelmente», havendo uma frente ativa e uma dominada, segundo o ponto de situação publicado na página da Proteção Civil às 13:25.

Este fogo, que deflagrou às 11:07 em Palheirão, mobiliza agora 144 bombeiros, apoiados por 46 veículos e um meio aéreo.