A Câmara do Porto vai candidatar a festa de São João a património imaterial de Portugal, confirmou  à Lusa fonte do gabinete de comunicação da autarquia.O vereador da Cultura, Paulo Cunha e Silva, já havia anunciado a candidatura durante a cerimónia de entrega dos prémios das montras de São João.

O São João comemora-se no dia 24 de junho, mas a festa começou bem antes, num programa que arrancou a 23 de maio e se estende até 04 de julho, com cerca de 200 iniciativas promovidas pela câmara do Porto, orçadas em 300 mil euros.

Os festejos começaram com um baile na Alameda das Fontainhas e aquela que foi a mais longa noite do Porto contou com 16 minutos de fogo-de-artifício no rio Douro e ponte Luís I, perante milhares de foliões nas duas margens.