Vila Nova de Gaia foi palco de um tiroteio, devido a um desentendimento entre alguns pais de crianças que jogam no clube Candal. Durante a discussão, um homem disparou, mas acabou por não atingir ninguém.

O desentendimento gerou-se devido às opções de jogadores do treinador da equipa juvenil. O interlocutor era um dirigente do Candal, agente da PSP, que tentava serenar os ânimos.

No momento mais aceso da discussão, um dos pais acabou por pegar numa arma e disparar. O tiro não provocou feridos, mas gerou algum pânico entre os pais e as crianças que se encontravam no campo.

A Polícia Judiciária foi chamada ao local, recolheu o invólucro e já identificou o autor do disparo, mas este ainda não foi detido.