A fase de rescaldo do incêndio que deflagrou na terça-feira na freguesia de Campolide, em Lisboa, terminou às 23:57, disse à agência Lusa fonte do Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa.

O incêndio na Travessa do Tarujo, em Campolide, que destruiu uma casa e duas viaturas ligeiras estacionadas no local, estava praticamente extinto às 19:00.

A origem do incêndio ainda não foi determinada.

Uma criança foi assistida pelo INEM devido à inalação de fumo, sabe a TVI. Pelo menos uma pessoa foi levada numa ambulância para tratamento, testemunhou a agência Lusa.

Apesar de as estruturas que se incendiaram estarem devolutas, os bombeiros tiveram de evacuar os edifícios vizinhos. O incêndio esteve muito próximo das habitações, constatou a repórter da TVI. O forte vento e calor que se faziam sentir ao final da tarde ampliaram as chamas e dificultaram os trabalhos. 


As forças de segurança colocaram um perímetro de segurança para proteger a população das chamas que estiveram "fora de controlo". A densa coluna de fumo é visível desde a ponte 25 de Abril, a cerca de 12 quilómetros, e de outros pontos da cidade. 

Ainda não se sabe a origem do incêndio, mas, alguns moradores, queixaram-se à reportagem da TVI do "lixo no local" e "culpam a junta".