O tradicional toque de campainha anunciador do início e do fim das aulas vai ser substituído por música na Secundária de Barcelos, com o apoio do Orçamento Participativo Escolar, que disponibilizará 10 mil euros para o projeto.

Denominado “A soar”, o projeto foi contemplado com 10 mil euros e preconiza a instalação de um sistema sonoro em toda a escola, para substituição do tradicional toque de entrada e saída por música e para divulgação de informações úteis.

O projeto visa ainda a concretização da rádio escolar.

O Orçamento Participativo Escolar, lançado pela Câmara de Barcelos, no distrito de Braga, tem um limite orçamental anual de 100 mil euros, reservando 75 mil euros para projetos a desenvolver junto de escolas ou agrupamentos e 25 mil para projetos de âmbito concelhio, direcionados para a área da infância e juventude.

Quanto aos projetos a desenvolver nas escolas e nos agrupamentos, foram contemplados 17, entre os quais um do Agrupamento de Escolas de Fragoso que visa a aquisição de tablets para que os livros possam ser substituídos por manuais digitais, diminuindo assim o peso das mochilas que os alunos têm de carregar.

Remodelação criativa dos WC, beneficiação de espaços escolares, aquisição de equipamentos, promoção de ações de voluntariado junto de idosos e criação de um clube de produção de conteúdos digitais sobre a dinâmica escolar são outros dos objectivos dos projetos vencedores.

O projeto de âmbito concelhio vencedor do Orçamento Participativo foi o “Barcelos sobre rodas”, apresentado pela Escola Secundária de Barcelinhos e que visa democratizar o uso da bicicleta.