Mais de cinquenta estradas e caminhos estão cortados ao final da tarde desta terça-feira em Portugal continental devido ao mau tempo, de acordo com a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

Segundo um balanço publicado às 18:45 na página de Internet da ANPC, estão cortadas 58 estradas e a circulação está condicionada noutras três.

Só no distrito de Santarém estão cortadas 23 estradas, devido a inundações: duas no concelho de Almeirim, uma no de Benavente, seis no da Golegã, cinco no de Santarém, duas no do Cartaxo, duas no de Alpiarça, três no de Coruche, uma no do Entroncamento e uma no de Abrantes.

No mesmo distrito há ainda duas estradas, no concelho de Alpiarça, onde a circulação está condicionada devido a inundações.

Além disso, a ANPC recorda que a povoação do Reguengo do Alviela, no concelho de Santarém, está isolada.

No distrito de Coimbra há dez estradas cortadas, sete (quatro no concelho da Figueira da Foz, uma em Montemor-o-Velho, outra em Mira e ainda outra em Soure) devido a inundações e três (nos concelhos de Miranda do Corvo, Penela e Coimbra) por causa de desmoronamentos.

Em Leiria estão cortadas nove estradas ¿ oito devido a inundações, nos concelhos do Bombarral (três), Alcobaça, Caldas da Rainha (duas), Leiria e Peniche, e uma devido a deslizamento de terras, em Pedrógão Grande. Neste distrito, está ainda condicionada a circulação numa estrada do concelho de Alcobaça.

No distrito de Aveiro estão cortadas oito estradas, devido a inundações, todas no concelho de Águeda.

No distrito de Lisboa está cortada apenas uma estrada, no concelho de Torres Vedras, devido a inundação. O mesmo acontece em Viseu, distrito onde está cortada uma estrada no concelho de São Pedro do Sul, mas neste caso devido à «queda de inertes».

Há ainda seis estradas cortadas, nos distritos de Castelo Branco e da Guarda, devido à queda de neve.

A chuva, por vezes persistente, vai afetar o continente até sexta-feira, mas no fim de semana regressa o sol e o frio, prevendo-se uma descida das temperaturas da ordem dos 5/7 graus Celsius, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.