A autoridade marítima está a investigar uma «mancha verde» e com «alguma consistência» que foi detetada esta quinta-feira no rio Minho, junto à freguesia de Seixas, em Caminha, disse à agência Lusa o comandante da capitania local.

Segundo Gonzalez dos Paços, esta mancha foi detetada cerca das 09:00 e elementos da Polícia Marítima estão já no local a avaliar a sua extensão.

«Também já foram recolhidas amostras do local, as quais foram enviadas pela Câmara de Caminha para um laboratório, para análise rápida. Em função desses resultados saberemos se se trata de algo natural ou algum foco de poluição», explicou ainda o comandante do porto de Caminha.

A investigação em curso destina-se ainda a perceber se esta mancha, cuja dimensão ainda não está totalmente apurada, representa algum tipo de perigo.

«Precisamos de saber se é ofensivo ou inofensivo para o ser humano e decidir sobre a necessidade de acionar uma operação de limpeza, manual, no local. Se for caso disso, apurar o eventual foco de poluição», rematou Gonzalez dos Paços.