A Câmara de Lisboa vai condicionar o trânsito na Avenida Ribeira das Naus a partir de sexta-feira, de modo a finalizar as obras de requalificação daquela zona ribeirinha da cidade, disse hoje fonte autárquica.

Segundo uma nota da autarquia, o trânsito na Avenida Ribeira das Naus vai ser cortado a partir de dia 04 de abril. A mesma nota sugere vias alternativas, como a Rua do Arsenal e a Rua da Alfândega, mas não diz quanto tempo é que a avenida vai estar condicionada ao trânsito automóvel.

Fonte camarária disse à agência Lusa que o condicionamento de trânsito se deve à finalização das obras da segunda fase de requalificação da Avenida Ribeira das Naus, que o vereador do Urbanismo, Manuel Salgado, estimou, na semana passada, estarem prontas, «nas próximas semanas».

Há cerca de um ano, a Câmara de Lisboa inaugurou a primeira fase das obras na frente ribeirinha daquela avenida, entre o Terreiro do Paço e o Cais do Sodré, que incluíram o avanço da margem sobre o rio, a criação de um pequeno espaço verde e de uma pequena praia.

Na ocasião, fonte da autarquia indicou que a segunda fase da intervenção na Ribeira das Naus estaria pronta no verão passado. Estas obras incidem sobre a requalificação do parque de estacionamento das instalações centrais da Marinha, que se situam naquela avenida.

«No local onde hoje está instalado o gradeamento das instalações da Marinha Portuguesa será possível passear no jardim, ver a doca Seca (agora enterrada), onde eram recuperadas as naus das descobertas, e reencontrar o antigo Cais da Caldeirinha e as estruturas do Palácio Corte Real e será recriada uma praia existente antes do terramoto, com uma escadaria até à água», resume uma nota publicada no "website" oficial da autarquia.

As obras na Ribeira das Naus representam um investimento total de 10 milhões de euros, dos quais 6,5 milhões provêm do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN).