Os utentes do Centro de Saúde de Câmara de Lobos vão ser encaminhados, nos próximos dias, para outras unidades devido a uma inundação e ao desabamento parcial do teto falso, ocorridos esta sexta-feira, informou o Serviço de Saúde da Madeira (Sesaram).

O presidente do conselho de administração do Sesaram, Mário Rodrigues, explicou à Lusa que o problema teve origem na rotura de um cano ao nível do sótão, durante a madrugada, tendo a pressão da água feito com que o teto de um gabinete desabasse. A inundação inutilizou ainda outros três gabinetes.

O Sesaram mobilizou um veículo para encaminhar os utentes para os centros de saúde do Carmo e da Quinta Grande, ambos no concelho de Câmara de Lobos, situação que vai manter-se pelo menos três dias, até ser reposta a normalidade no edifício afetado.

O serviço de urgência, no entanto, já foi reativado.

O Centro de Saúde de Câmara de Lobos situa-se no centro da cidade e está direcionado para cerca de 36 mil habitantes.

Em 2014, foram ali feitas 55.748 consultas.

O edifício foi construído há 50 anos, mas o sistema de canalização é mais recente.

O incidente não provocou feridos, até porque ocorreu numa hora em que não se encontrava ninguém no local.