O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para esta segunda-feira céu limpo e vento fraco durante a manhã e pequena subida da temperatura em Portugal continental.

No arquipélago dos Açores prevê-se céu muito nublado e aguaceiros nos grupos central e ocidental. Também na Madeira estão previstos períodos de céu nublado e possibilidade de chuva.

Em Santarém espera-se que a temperatura venha a atingir os 39 graus Celsius; 38 em Évora e Beja; 37 em Castelo Branco e Braga; 36 em Coimbra; 35 em Viseu e Bragança; 34 em Lisboa; 33 em Faro; 32 na Guarda; 30 no Porto e Viana do Castelo e 27 no Funchal e Ponta Delgada.

Face à previsão de tempo quente, doze distritos de Portugal continental, assim como o arquipélago da Madeira e o grupo central dos Açores, estão hoje sob ‘Aviso Amarelo’.

De acordo com o IPMA, os distritos de Castelo Branco, Lisboa, Santarém, Setúbal e Vila Real vão estar sob ’Aviso Amarelo’ desde as 08:00 de hoje e até às 20:00 de terça-feira devido à persistência de valores elevados da temperatura máxima.

Já para os distritos de Bragança, Viseu, Évora, Guarda, Vila Real, Portalegre e Braga o IPMA prolongou o ‘Aviso Amarelo’ até às 19:00 de quarta-feira.

Também a costa Norte e Sul da Madeira e Porto Santo estão sob ‘Aviso Amarelo’ devido ao tempo quente, um aviso que irá vigorar entre as 00:00 de hoje e as 20:00 de terça-feira.

Já as ilhas do grupo Central dos Açores, Terceira, Graciosa, São Jorge, Pico e Faial, estão sob ‘Aviso Amarelo’ mas devido a chuva e trovoada, situação que se irá manter até às 12:00 de terça-feira.

Quanto ao risco de incêndio, os concelhos de Castelo de Paiva e Arouca (Aveiro); São Pedro do Sul e Castro de Aire (Viseu); Celorico da Beira, Guarda e Sabugal (Guarda); Miranda do Corvo, Arganil, Góis, Pampilhosa da Serra (Coimbra); Pedrógão Grande, Figueiró dos Vinhos, Castanheira de Pêra (Leiria); Sertã, Oleiros e Vila de Rei (Castelo Branco); Sardoal e Mação (Santarém); Monchique (Faro) estão hoje em risco "Máximo".

No que diz respeito à exposição à radiação ultra violeta (UV), todas as regiões do continente (18), o arquipélago da Madeira e a ilha do Faial, no arquipélago dos Açores, apresentam risco “Muito Elevado”.