Atenção ao tempo muito quente. As temperaturas poderão atingir os 40 graus em alguns distritos do interior, o que levou a Direção-Geral da Saúde a recomendar à população que tome medidas de proteção contra o calor.

A DGS alerta, num comunicado patente na sua páginda da Internet, para o calor previsto para os próximos dias pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que colocou sob aviso amarelo, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, os distritos da Guarda, Castelo Branco, Portalegre, Setúbal, Évora, Beja e Faro.

Recomendações a seguir

A DGS recomenda à população que adote várias medidas para se proteger do calor, principalmente as crianças, idosos, doentes crónicos, grávidas, pessoas com mobilidade reduzida, trabalhadores com atividade no exterior, praticantes de atividade física e pessoas isoladas:

Aumentar a ingestão de água ou sumos de fruta natural, sem açúcar
Evitar o consumo de bebidas alcoólicas
Procurar ambientes frescos e arejados ou climatizados
Evitar a exposição direta ao sol, principalmente entre as 11 e as 17 horas
Utilizar protetor solar com fator igual ou superior a 30
Renovar a sua aplicação de duas em duas horas e após os banhos na praia ou piscina
Usar roupa solta, opaca e que cubra a maior parte do corpo, chapéu de abas largas, óculos de sol 
Evitar atividades que exijam grandes esforços físicos, nomeadamente, desportivas e de lazer ao ar livre
Para quem tem de viajar de carro, deve fazê-lo nas horas de menor calor

Atenção também à radiação ultravioleta

Todas as regiões de Portugal continental e a ilha da Madeira apresentam hoje risco muito elevado de exposição à radiação ultravioleta.

Para as regiões com risco muito elevado, o IPMA recomenda o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, t-shirt, guarda-sol e protetor solar, além de desaconselhar a exposição das crianças ao sol.

A ilha do Porto Santo está com risco elevado, a Horta, na ilha do Faial, Açores, está em risco moderado e Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, e Santa Cruz das Flores, ilha das Flores, estão com níveis baixos.

Tempo no fim de semana

Sábado e domingo vão ter céu pouco nublado ou limpo e temperaturas acima dos 35 graus Celsius nas regiões do Interior e no sotavento algarvio.

Até ao início da próxima semana vai predominar o céu pouco nublado ou limpo, prevendo-se apenas alguma nebulosidade nas regiões do norte e centro até meio da manhã.

No que diz respeito às temperaturas, estamos a prever uma pequena descida da máxima no sábado, uma ligeira subida domingo e nova descida na segunda-feira, mas a partir de terça-feira vamos ter uma subida gradual dos valores das temperaturas”

A meteorologista do IPMA Madalena Rodrigues disse ainda que, em termos de temperaturas mínimas, esta sexta-feira e no sábado ainda vão rondar os 20 graus Celsius, mas a depois a tendência é para descerem.

O IPMA emitiu aviso amarelo por causa de tempo quente para os distritos de Setúbal, Faro, Beja, Évora, Portalegre, Castelo Branco e Guarda até domingo.

O aviso de Setúbal vai terminar durante o dia de hoje, Guarda e Faro no sábado e os restantes só terminam domingo. Até quarta-feira não se prevê a emissão de novos avisos de tempo quente, mas a partir de quarta sim em alguns distritos da região sul”.

Quanto às temperaturas máximas, vão variar no fim de semana em alguns distritos do interior e Algarve entre os 30 e 38 graus.

De destacar, também, que o vento vai intensificar no sul e nas terras altas moderado a forte, prevendo-se mesmo no sábado rajadas da ordem dos 70 quilómetros por hora.

Risco máximo de incêndio

Com as temperaturas novamente a subir, aumenta a ameaça das chamas. Dezenas de concelhos voltam a estar em risco máximo de incêndio, o mais grave de uma escala de cinco.

Os distritos mais afetados são Castelo Branco, Coimbra, Guarda e Bragança.

São exigidos cuidados redobrados também em alguns concelhos de Portalegre, Santarém e na Serra Algarvia.

Com exceção do litoral, todo o país está em risco elevado ou muito elevado de incêndio.