Onda de calor em máximos de sete décadas

Termómetros chegaram a temperaturas recorde em Outubro

Por: tvi24    |   14 de Outubro de 2011 às 09:38
Os termómetros estão a atingir marcas recorde em várias zonas do país. Nos dez primeiros dias do mês, as temperaturas chegaram a máximos de 70 anos, de acordo com o jornal «Público», que cita dados do Instituto de Meteorologia.

Na sua edição desta sexta-feira, o diário salienta que as temperaturas em Portugal continental foram 4,4.ºC acima média.

Desde 1941, ano em que começaram a ser efectuados registos nas estações de Évora, Bragança, Montalegre, Mirandela e Braga, que não se registavam temperaturas tão altas nestas estações. O «Público» salienta que estes recordes também foram registados em outras estações, como as de Castelo Branco, Lisboa, Monção, Cabril, Mogadouro e Carrazeda de Ansiães.

Tecnicamente, uma onda de calor caracteriza-se por um período de mais de seis dias seguidos com os termómetros cinco graus acima da média. É precisamente essa a situação em 20 locais do país.

Esta sexta-feira, o Instituto de Meteorologia indicou que maior parte de Portugal continental se encontrava a 30 de Setembro em situação de seca meteorológica, sendo as regiões do litoral Norte e centro Norte as mais afectadas.
PUB
EM BAIXO: Praia
Praia
COMENTÁRIOS

PUB
Governo quer todos os criminosos sexuais «longe» das crianças

Condenados por abusar de menores já estavam impedidos de trabalhar com crianças, mas a nova proposta do Governo não exclui que outros criminosos sexuais, de pessoas maiores de idade, também possam ser impedidos de exercer funções. Todos os profissionais em contacto regular com menores vão ter de apresentar registo criminal antes de poderem ser contratados. Executivo alterou proposta para a Base de Referenciação de pedófilos e os pais já não vão poder saber onde vivem os condenados