Elementos da Unidade Especial de Polícia e cães das equipas cinotécnicas estiveram sexta-feira à noite na estação de metro do Colégio Militar, em Lisboa, mas a ação nada teve com a ameaça terrorista em França, disse à Lusa fonte do comando da PSP.

Testemunhas que passaram, cerca das 11:20 de sexta-feira, pela entrada principal da estação de Metro do Colégio Militar, junto ao Centro Comercial Colombo, disseram à agência Lusa que no local estiveram mais de uma dezena de polícias e alguns cães.

A fonte da PSP disse à Lusa que se tratou de uma operação de rotina, que é feita trimestralmente, negando que a ação resultasse de algum alerta ou de medidas preventivas na sequência dos atentados em Paris, que já causaram pelo menos 40 mortos.