O corpo do homem de 69 anos que estava desaparecido, desde o dia 20, na zona da foz do Rio Mira, em Vila Nova de Milfontes (Odemira), foi encontrado este sábado e recuperado pelas autoridades, revelou a Polícia Marítima.

Em declarações à agência Lusa, o comandante da Polícia Marítima e capitão do Porto de Sines, José António Gouveia, explicou que o alerta foi dado por volta das 11:30, pelo próprio filho da vítima.

«O corpo da vítima foi encontrado, pelo próprio filho, preso numas rochas na Praia das Furnas, na zona da margem sul do rio», disse.

O resgate foi concluído, por volta das 15:00, pelos bombeiros, revelou também o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja.

O cadáver, de acordo com a mesma fonte contactada pela Lusa, foi transportado para a morgue do Hospital do Litoral Alentejano, no concelho de Santiago do Cacém.

Para o local, foram mobilizados 10 operacionais das corporações de bombeiros de Odemira e de Vila Nova de Milfontes, apoiados por quatro veículos, assim como meios da Polícia Marítima e da GNR.

O idoso tinha desaparecido, no passado dia 20, na zona da foz do Rio Mira, em Vila Nova de Milfontes, no concelho de Odemira (Beja), recorda a Lusa.

Na altura, o comandante da Polícia Marítima disse à Lusa que o homem teria desaparecido quando estava a «pescar nas pedras viradas para o mar, junto ao farol, na foz do rio», mas as buscas então realizadas não deram resultados.