A GNR deteve na terça-feira uma mulher por utilização ilegítima do cartão multibanco de um idoso acamado numa Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), no concelho da Moita.

O Comando Territorial de Setúbal da GNR indica, em comunicado, que a suspeita, de 32 anos e funcionária da instituição, “apoderou-se astuciosamente do referido cartão, utilizando-o de forma continuada, em pagamentos de compras e serviços.” A mulher também procedeu "a levantamentos de elevadas quantias em numerário, deixando a vitima em manifesta dificuldade económica". 

A PJ adianta que investigação, a cargo do Núcleo Criminal do Montijo, decorreu durante dois meses e foi desencadeada no seguimento de uma denúncia apresentada este ano.

A ação envolveu uma busca domiciliária, em que foram apreendidos 800 euros em dinheiro, dois televisores LCD, um frigorífico, um micro-ondas, diversas peças de vestuário e um aerossol de defesa.

A detida foi constituída arguida, sujeita a termo de identidade e residência e é presente esta quarta-feira no Tribunal Judicial do Barreiro.