Quatro homens, com idades entre os 33 e os 49 anos, foram detidos em Lisboa sob suspeita de burla, por prometerem às vítimas que multiplicariam quantias de dinheiro, informou hoje a Polícia Judiciária (PJ).

Em comunicado, a PJ indicou que os suspeitos convenciam as vítimas a entregar-lhes «elevadas somas de dinheiro em notas de euros, normalmente de 50, 100, 200 ou 500 euros», sob a promessa de que, com «recurso a líquidos e papéis especiais, conseguiriam multiplicar as quantias que lhe foram entregues».

Em troco do dinheiro, as vítimas recebiam embrulhos com dimensões idênticas às das notas entregues e com duas ou três notas verdadeiras na parte de cima, enquanto o restante eram pedaços de papel.

A par das detenções, a PJ apreendeu grande quantidade de maços de papéis de várias cores, garrafas de líquidos destinados à suposta multiplicação do dinheiro, dois automóveis ligeiros e vários telemóveis.

Os detidos, sem profissão, foram presentes à autoridade judiciária competente para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas, lê-se no comunicado.