A Polícia Judiciária (PJ) de Setúbal anunciou, esta segunda-feira, a detenção de um homem, de 37 anos, por suspeita de vários crimes de burla informática e em comunicações, tendo o suspeito ficado em prisão preventiva.

Segundo um comunicado da PJ, o homem é suspeito da autoria de cerca de uma dezena de crimes de burla informática e nas comunicações, ocorridos durante o ano passado, em diversos pontos do país.

«Das diligências investigatórias realizadas, apurou-se que o detido é detentor de elevados conhecimentos técnicos que lhe permitiram desenvolver ações informáticas complexas, de forma a apoderar-se de diversas quantias em dinheiro vivo, através de enganos infligidos às vítimas, cujo número total se encontra a ser apurado», refere o mesmo comunicado.

Apesar do valor em concreto ainda estar a ser apurado, a PJ explica que o prejuízo causado às vítimas é superior a 70 mil euros.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.