A concessionária de autoestradas Brisa revelou esta quinta-feira que registou, no período do verão, mais acidentes nas 11 vias da sua rede viária do que em igual período do ano passado, mas com menos 7% de vítimas.

Em comunicado a que a Lusa teve acesso, a Brisa informa que registou no período do verão 331 acidentes, mais 23 que no período homólogo do ano passado.

Contudo, «o número de acidentes com vítimas apresentou uma redução superior a 7%», passando de 124 para 115, lê-se no documento.

Assim, entre 13 de julho e 01 de setembro a Brisa registou uma vítima mortal nas suas autoestradas (menos quatro do que no mesmo período de 2013), 17 feridos graves (menos dois) e 202 feridos ligeiros (menos oito).

Frisando que «esta redução ocorre num contexto de aumento de tráfego», a empresa defendeu que estes números «vêm confirmar as autoestradas como as vias mais seguras para viajar quando comparadas com as vias alternativas».

Segundo a Brisa, estes dados também «traduzem o esforço constante no sentido de garantir a segurança rodoviária nas suas autoestradas».