Notícia atualizada às 13:04

As três crianças que foram transferidas para o Hospital Pediátrico de Coimbra na sequência da explosão de uma botija de gás num parque de campismo em São Pedro de Moel «estão estáveis e com bom prognóstico», informou hoje fonte hospitalar.

Segundo o gabinete de comunicação do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), que integra o Hospital Pediátrico, as vítimas, dois rapazes com sete e oito anos, e uma menina de quatro anos, deram entrada na unidade às 03:45.

«Estão os três internados no Serviço de Cirurgia Pediátrica e Queimados» daquele hospital, adiantou o mesmo gabinete, acrescentando que «dois deles têm alta provável nas próximas 24 horas».

Quatro crianças, duas em estado grave, e três adultos ficaram feridos na quarta-feira à noite na sequência da explosão de uma botija de gás num parque de campismo em São Pedro de Moel, Marinha Grande, informaram hoje os bombeiros.

«O que sabemos é que se tratou de uma explosão de uma botija de gás de campismo que suportava um sistema de iluminação», afirmou o segundo comandante dos Bombeiros Voluntários da Marinha Grande, Mário Silva.

As quatro crianças têm idades entre os quatro e os 11 anos, e os três adultos entre os 40 e 71 anos.

«Há dois feridos graves, uma criança de quatro e outra de oito anos, ambas com queimaduras de 1.º e 2.º graus», adiantou Mário Silva, referindo que as vítimas foram transportadas para o hospital de Santo André, em Leiria.

Três das quatro crianças acabaram por ser transferidas para Coimbra.

Fonte do Centro Hospitalar de Leiria, do qual faz parte o Hospital de Santo André, acrescentou que «das quatro crianças que deram entrada, uma teve alta de imediato, e as três restantes foram transferidas para o Hospital Pediátrico de Coimbra, por apresentarem queimaduras de 2.º grau, também ao nível da face».

Segundo a mesma unidade de saúde, «deram entrada dois adultos, que apresentavam queimaduras superficiais de 1.º e 2.º graus ao nível da face, tendo tido alta de imediato».

O alerta para o acidente, no parque de campismo do INATEL, ocorreu às 23:39, tendo a corporação da Marinha Grande deslocado ao local quatro viaturas e 13 bombeiros.

GNR e viatura médica de emergência e reanimação do Instituto Nacional de Emergência Médica também acorreram ao acidente.

Fonte do Comando Territorial de Leiria da GNR esclareceu que, «das informações recolhidas no local, tudo indica tratar-se de um acidente devido ao manuseamento de uma botija de gás de campismo».