Os bombeiros Voluntários e Municipais de Viana do Castelo foram chamados, na quinta-feira à noite às imediações de um bairro social na vila de Darque, após alerta de tiroteio, disseram à Lusa fontes das duas corporações.

De acordo estas fontes, quando os bombeiros chegaram ao local, a Praça São Sebastião, na margem esquerda do rio Lima, pelas 21:30, "assistiram dois homens, com cerca de 50 anos de idade, que se encontravam algemados e que apresentavam escoriações".

Os dois detidos "foram assistidos no local pela Viatura Médica de Emergência e Reanimação, estacionada no hospital de Santa Luzia, em Viana do Castelo, não tendo sido transportados àquela unidade de saúde", referiram os bombeiros.

Ao local compareceram cinco operacionais e duas viaturas dos bombeiros Voluntários e Municipais de Viana do Castelo.

As fontes revelaram que no local encontravam-se ainda oito inspetores e dois veículos da Polícia Judiciária (PJ) de Lisboa e sete agentes e dois viaturas do Comando Distrital da PSP.

Contactado pela agência Lusa, o segundo comandante da PSP distrital, Raul Curva, disse ter-se tratado de uma operação da PJ de Lisboa, no cumprimento de um mandado de captura.

Raul Curva disse desconhecer os crimes de que são suspeitos os detidos, referindo que a PSP foi acionada, cerca das 21:00, para apoiar aquela operação.