Notícia atualizada

Um incêndio deflagrou esta quarta-feira, por volta das 11:00, na zona de Santos, em Lisboa. As informações são escassas, mas fonte do Regimento de Sapadores de Lisboa disse ao tvi24.pt que as chamas lavram em armazéns, desconhecendo-se as causas do fogo.

O incêndio entrou em fase de rescaldo cerca das 13:00, adiantou no local o vereador da Segurança da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Castro, citado pela Lusa.

Dois bombeiros tiveram que «ser acompanhados», não tendo Carlos Castro adiantado a razão.

O edifício onde deflagrou o incêndio situa-se na Rua do Instituto Industrial.

O fogo provocou estragos num stand de automóveis situado num edifício ao lado, que faz esquina com a Avenida 24 de Julho. O telhado do stand ruiu, destruindo os carros que estavam no interior, verificou a Lusa no local.

O incêndio afetou ainda um edifício situado do outro lado da rua do que ardeu, onde funciona uma discoteca.

De acordo com o vereador Carlos Castro, várias pessoas foram retiradas de edifícios da área circundante «por uma questão de precaução».

Carlos Castro adiantou ainda que PSP está a avaliar as possíveis causas do incêndio.

Para o fogo foram mobilizados 70 bombeiros apoiados por 20 carros.

De acordo com fonte da PSP, a Avenida 24 de Julho foi cortada nos dois sentidos entre o Cais Sodré e o Largo de Santos. Foi também cortado o trânsito na Rua D. Luís I, rua paralela à Avenida 24 de Julho.

As ruas permanecerão cortadas até os meios de combate saírem do local.

Veja as imagens enviadas pelo leitor Mauro Mendes