O número de requerimentos de bolsa de estudo para estudantes do ensino superior, no ano letivo de 2014-2015 apresentados até 30 de setembro, prazo legal estabelecido pelo Ministério da Educação, registou um ligeiro acréscimo relativamente a 2013.

O Ministério da Educação comunicou esta quarta-feira que, até terça-feira, foram submetidos 77.260 requerimentos, através da plataforma online da Direção-Geral do Ensino Superior, a que corresponde um acréscimo de 302 pedidos face ao registo de 2013, que se fixou em 76.958.

Nos últimos três dias do prazo, foram submetidos 4.803 requerimentos, na terça-feira, 3.243, na segunda-feira, e 2.013, no domingo.

De acordo com o regulamento, os estudantes que pretendam apresentar ainda a sua candidatura a bolsa de estudo no ensino superior podem fazê-lo nos 20 dias úteis subsequentes à inscrição, realizada após 30 de setembro.

Entre hoje, 01 de outubro, e 31 de maio, também é possível requerer bolsa de estudo, quando o valor a atribuir é proporcional ao valor calculado nos termos do regulamento, considerando o período que medeia entre o mês seguinte ao da submissão do requerimento e o fim do período letivo.

O concurso nacional de acesso ao ensino superior com bolsa de estudo começou a 25 de junho.

Os estudantes que concorreram ao ensino superior no presente ano letivo submeteram o seu pedido de bolsa logo a seguir à candidatura, ainda antes da colocação, tendo o seu processo sido transferido eletronicamente para a instituição de ensino superior onde foram colocados.

No ano letivo de 2013-2014, foram submetidos, no total, 84.282 requerimentos.

O número de bolsas de estudo atribuídas no ano letivo de 2013-2014 foi de 62.284 e, em 2012-2013, de 58.816, de acordo com o Ministério da Educação.