A produção de cogumelos biológicos nas Grutas de Mira de Aire é uma das apostas mais recentes daquela entidade, disse esta terça-feira à agência Lusa o presidente do conselho de administração, Carlos Alberto Jorge.

As galerias subterrâneas de uma das Sete Maravilhas Naturais de Portugal garantem as condições ideais ao nível da humidade, circulação de ar e temperatura para o cultivo de cogumelos e que pode resultar na colheita de quase duas toneladas por ano, segundo o produtor João Vieira.

A construção de uma plataforma para albergar cerca de 300 caixas numa parte da galeria que tem uma extensão de três quilómetros já foi adjudicada pelas Grutas de Mira de Aire que, para além das visitas tradicionais organizadas, armazena e realiza provas de vinho, assim como acolhe peças de teatro, noites de fado e de música clássica.

A ideia é produzir o número suficiente «para ter no restaurante pratos confecionados com os cogumelos daqui e o turista levar uma caixa», sem que a produção interfira com as visitas às grutas, sublinhou Carlos Alberto Jorge.

Por seu lado, João Vieira ressalvou que esta «é uma primeira experiência», para já com 40 caixas, que contêm «substrato completamente natural para fugir à tecnologia», uma vez que a intenção é promover «uma cultura tradicional, à base de estrume de cavalo e um ambiente natural propício», imune à contaminação de pragas.

João Vieira, que foi um antigo funcionário das Grutas de Mira de Aire, encontrou no cultivo dos cogumelos uma resposta à situação de desemprego vivida após o fecho da Pousada da Juventude em Leiria.

Já o presidente do conselho de administração das Grutas de Mira de Aire assinalou ainda que esta é mais uma aposta, que vem complementar outras ideias que culminaram, por exemplo, «nas provas de vinhos que são sempre acompanhadas por produtos regionais como a chouriça, o queijo da serra, o pão de milho e as azeitonas».

O armazenamento de vinhos é feito numa galeria que «tem uma temperatura constante de 17 graus, ideal para os vinhos tintos», acrescentou, assinalando que, a pedido dos turistas, foram obrigados a introduzir também o Moscatel e o Vinho do Porto.

As Grutas de Mira de Aire possuem mais de 11 quilómetros de galerias subterrâneas conhecidas. Ganhou a distinção em 2011 de uma das Sete Maravilhas Naturais de Portugal e recebe cerca de 100 mil visitantes anuais.

Os últimos números apontam para um crescimento de 17% de visitantes, verificando-se uma crescente procura do mercado russo e brasileiro, informou Carlos Alberto Jorge.